AMBIENTE HOSTIL: OPORTUNIDADES, SUPERAÇÃO, CRIATIVIDADE, REALINHAMENTO E INCERTEZAS

Por: GERALDO ROCHA

ADMINISTRADOR DE EMPRESAS CRA AM/RR 1-4882

A necessidade de uma rápida resposta, enxergar oportunidades e realinhar os negócios, sem dúvida nenhuma, tem sido o desafio enfrentado por todos empreendedores brasileiros, nesse ambiente hostil de COVID 19.

Os efeitos do confinamento, do cerceamento, foram imediatos e desastrosos para todos, sejam Autônomos, MEIs, Micros e Pequenos, seja qual for o seu porte. A dinâmica da cidade, do mercado, do consumo, foi alterada profundamente; as pessoas não se deslocam, não consomem, não produzem, reduzindo drasticamente a demanda em todos os segmentos. Nossa economia foi visceralmente impactada com reflexos imediatos e expectativa de queda significativa no PIB brasileiro, caminhando para um cenário recessivo no país, segundo especialistas.

O estrago foi feito, o caos para os negócios é iminente, as contas permanecem e precisam ser renegociadas. O suporte financeiro emergencial, apesar de amplamente divulgado que será disponibilizado, continua burocratizado e de difícil acesso. Os bancos privados atrofiaram ainda mais o crédito, não acompanharam as iniciativas dos bancos públicos e agentes financeiros governamentais. Fecharam suas portas até para clientes considerados primes e outros termos utilizados para diferenciá-los. As taxas por eles praticadas, continuam extorsivas, não foram reduzidas a níveis satisfatórios, apesar da constante trajetória de queda da SELIC desde 2016. A burocracia continua, talvez, ainda maior que antes.  

O que fazer? Temos visto boas iniciativas em busca de sobrepujar as dificuldades impostas: 1. Empresas com maior nível de flexibilização, redirecionaram sua força de vendas, criaram plataformas home office e entregas em domicílio; 2. Outras adaptaram sua linha de produção, passando produzir álcool gel, máscaras faciais, batas, luvas, demandados em grande escala; 3. Horário diferenciado e atendimento personalizado para os idosos, sinalização interna e externa foram adotados; 4. Padarias, restaurantes, lanchonetes, distribuidoras passaram a fazer delivery, implantaram drive-thru; 5. Redes de drogarias incluíram cestas básicas diferenciadas no rol de produtos; 6. Salões de beleza, barbearias, manicures, cabeleireiros, cozinheiros e outros tantos trabalhadores autônomos, passaram a atender em domicílio; 7. Cursos online foram ainda mais ofertados; 8. Artistas, músicos de todos os níveis utilizaram Lives para realizarem seus shows; 9. Marketing digital passou a ser ferramenta ainda mais valorizada e utilizada por muitos empreendedores para gerar relacionamento; 10. Empresas fortaleceram suas marcas patrocinando eventos e arrecadações beneficentes, via mídias sociais; 11. A otimização dos negócios através do Facebook, Instagram e WhatsApp, vem sendo posta em prática por meio de reuniões virtuais e marketing no seu amplo sentido.

Bom, continuamos, sem perspectivas de normalidade, inúmeros empreendedores enxergaram oportunidades, identificaram necessidades, se readequaram, usaram da criatividade e buscaram alternativas para manter, atrair e conquistar clientes, reinventaram seus negócios, estão aprendendo, se surpreendendo com os resultados, superando adversidades e continuam   firmes focados nos seus propósitos, apesar de toda turbulência. Outros ainda passam por  dificuldades, não conseguiram dar os primeiros passos e identificar uma solução criativa para a peculiaridade do seu negócio. A criatividade e a inovação andam juntas e, fazem o grande diferencial nos momentos de crise.

Vamos torcer e aguardar, principalmente para que o Governo Federal, Congresso Nacional, Governadores e Prefeitos se alinhem, tomem medidas coesas, adequadas, assertivas e rápidas para recuperação e minimização dos possíveis impactos recessivos, mantendo de pé o segmento que gera o maior número de postos de trabalho e ocupação nesse país, composto por trabalhadores Informais, MEIs, Micro e Pequenos Empresários, os mais vulneráveis nesse atual momento de crise e fragilidade socioeconômica. Precisamos enxergar o fim dessa pandemia, o fim das incertezas e ter mais confiança no futuro!  

ADMINISTRADOR DE EMPRESAS CRA AM/RR 1-4882

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/agsrocha

INSTAGRAM:

https://www.instagram.com/rochageraldo/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *