Atestado de óbito confirma que Viviane Araújo morreu por estrangulamento

A Polícia Civil de Manaus prendeu nesta sexta-feira (19) Francisco Antônio Lima da Silva, 29, apontado como autor da morte da própria esposa, Viviane Araújo de Sena, de 34 anos. O crime aconteceu na noite da última quinta-feira (18), no bairro Mauazinho.

Levada ao SAMU para atendimento, ela foi avaliada pela equipe médica que constatou sinais de agressão, levando a polícia a desconfiar da versão dada pelo cunhado da vítima, de que ela havia passado mal em decorrência de sintomas da Covid-19.

Foi o cunhado quem acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a médica que prestou os primeiros socorros constatou vários hematomas pelo corpo de Viviane e fez a observação na declaração de óbito.“A declaração constatou que Viviane morreu por asfixia mecânica.

Quando tivemos acesso ao documento, imediatamente nos deslocamos até o bairro Coroado, onde o suspeito estava na casa de um familiar, e fizemos a prisão dele em flagrante”, relatou a delegada Marília Campello.
Francisco Antônio foi autuado por feminicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis, ele foi encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) onde ficará à disposição da Justiça.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *