Deputada reforça importância de liberar medicamentos a pacientes em estágio inicial

Na Sessão Virtual da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), desta quarta-feira (29), a deputada  Mayara Pinheiro (PP) destacou a necessidade do tratamento precoce, nos serviços de Pronto Atendimento (SPAs), para paciente com sintomas de síndromes respiratórias como febre, tosse e falta de ar.

“Muitas vezes o paciente está com sintomas leves e é enviado para casa sem medicação, o que pode agravar a situação. Por isso, é fundamental que essas pessoas sejam liberadas dos SPAs com os remédios indicados para o tratamento. Dessa forma, podemos ter um controle mais efetivo e coibir o avanço indiscriminado e assustador no número de casos de covid-19”, explicou.

A parlamentar voltou a lembrar que uma Intervenção Federal acabaria com o intermediador e daria prioridade ao Estado, no recebimento de medicamentos, EPIs e respiradores.

Outra preocupação abordada durante o discurso foi com o isolamento social. De acordo com Mayara, as fiscalizações nos bancos, feiras, entre outros, precisam ser intensificadas, a fim de evitar aglomerações nestes locais.

Ela destacou ainda um estudo do infectologista e pesquisador da Fiocruz, Júlio Croda, que indica, para capitais como Manaus e Fortaleza, o Lockdown. Ou seja, um bloqueio social de pessoas na tentativa de evitar a disseminação do vírus.

“Apesar da medida ser radical, se mostrou eficiente em países como Alemanha e Espanha. E no momento que sofremos com a falta de leitos, pode ser uma saída para combatermos esse caos na saúde. Mas para isso é preciso de muita análise”, pontuou.

Foto: Dhyeizo Lemos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *