Em live, vereador Elan Alencar pede que população não vacinada contra covid-19 se imunize

Em resposta ao crescimento no número de casos registrados de covid-19 no Amazonas, na tarde desta quarta-feira, 12/1, o vereador Elan Alencar, que é vice-presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Manaus (CMM), fez um apelo para a população que ainda não se imunizou contra a doença compareça aos postos de vacinação para garantir suas doses.

“Errar três vezes não dá. Na primeira onda, fomos todos pegos de surpresa e sem condições de combater a Covid-19. No segundo ano foi igual, mas agora, estamos aprendendo a combater esse vírus terrível todos os dias. Temos a opção de vacinar, vamos nos imunizar e proteger quem a gente ama, porém mais de 100 mil pessoas sequer tomaram a primeira dose”, alertou o vereador.

O apelo do vereador veio após os órgãos de saúde do Estado divulgarem que no dia 3 de janeiro, o número de novos casos confirmados da infecção registrados no Amazonas era de 88. O mesmo indicador nesta terça-feira (11/01) foi de 1.219 casos, sendo 928 detectados por teste rápido de antígeno e 291 identificados por RT-PCR. Neste período (03/01 a 11/01), a média diária de confirmação de casos de Covid-19 é de 368 casos.

Durante a live, Elan Alencar defendeu a eficácia das vacinas disponíveis na rede pública de saúde. “As pessoas estão pegando Covid, mas com sintomas mais brandos e com um número de óbitos extremamente menor. Eu perdi um irmão para esse vírus, mas nós podemos evitar uma nova onda com imunização e seguindo com os cuidados necessários, evitando mais dor e mortes”, desabafou ao afirmar que nenhum país do mundo está realmente preparado para enfrentar a pandemia.

A última vez em que foram registrados mais de 1.200 casos diários no Amazonas, foi em 31 de março de 2021.

Prevenção – O uso da máscara de proteção facial, manter a distância entre as pessoas, lavagens das mãos com água e sabão e/ou a utilização de álcool a 70% e a adesão à imunização, realizada na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, são as recomendações consideradas fundamentais no controle da circulação do novo coronavírus (SARS-CoV-2), que continua circulando no Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *