Famílias atendidas no Centro Social Roger Cunha recebem almoço de Natal assinado pelo chef Dedé Parente

Evento aconteceu no último sábado, 21, com presença de 200 pessoas de famílias da comunidade e voluntários do projeto social

Mais do que decoração e troca de presentes, Natal também é sinônimo de solidariedade. Desse modo, o Chef Dedé Parente preparou um almoço especial de Natal para mais de 40 famílias que participaram neste sábado, 21, da confraternização de encerramento das atividades do Centro Social Roger Cunha Rodrigues, localizado na rua João de Barro, no bairro Ouro Verde, zona Leste de Manaus.

Durante o evento, as mais de 200 pessoas que compareceram ao evento puderam se deliciar com diversas opções de churrasco, além de sobremesas. O almoço também contou com a parceria das empresas Santa Cláudia e Vaca Lambeu.

O chef Dedé Parente, que acompanha as atividades do projeto social há cerca de dez anos, considera o almoço uma forma de agradecer a Deus pelas bênçãos durante todo o ano. “O Roger Cunha é uma instituição que auxilia muitas famílias e para nós da Cachaçaria do Dedé é um imenso prazer poder oferecer esse almoço especial e ver o sorriso no rosto de cada criança. É sempre uma alegria contagiante poder estar com essas pessoas que trabalham com amor e dedicação para transformar vidas”, declara Dedé Parente.

Para o presidente do projeto social, Carlos Gomes de Oliveira, a parceria com o chef Dedé faz toda diferença para oferecer às famílias uma refeição especial de Natal. “Essa confraternização é mais uma oportunidade que temos de fazer o bem ao próximo. E poder contar com pessoas dispostas a ajudar é gratificante”, afirma.

A instituição

O Centro Social Roger Cunha Rodrigues existe há 27 e tem como principal objetivo organizar e dirigir trabalhos no sentido da promoção do ser humano, a fim que possa crescer como pessoa e viver com dignidade.

Atualmente, a instituição atende mais de 150 crianças e adolescentes, além de 40 famílias cadastradas, os quais recebem apoio de forma direta e indireta por meio das atividades desenvolvidas no Centro Social.

Dentre as atividades desenvolvidas pelo centro social estão: apoio escolar, projeto de leitura, jogos e aplicativos, bem como cursos de capacitação profissional em parceria com o Cetam para jovens e adultos e encaminhamento dos adolescentes para o mercado de trabalho.

De acordo com a coordenadora pedagógica, Geane Oliveira, o público atendido pela instituição são pessoas de baixa renda ou que recebam algum tipo de assistência, como beneficiários do Bolsa Família. “O objetivo é abrir portas para que as famílias atendidas pelo centro social possam encontrar o melhor caminho e consigam se auto sustentar”, explica.

Conquistas

Em 2019, a instituição formou mais de 400 jovens e adultos da comunidade nos cursos: informática básica e avançada; agente de portaria e auxiliar administrativo. Além de uma turma com 35 venezuelanos, com o curso de português para iniciantes.

Apoio

De acordo com o presidente, Carlos Gomes, a instituição é mantida por doações e voluntariado. Quem tiver o interesse em ajudar ou integrar o quadro de voluntários, o local também precisa de professores nas disciplinas de português, matemática, inglês, espanhol, geografia, história e informática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *