Metade dos brasileiros ocupados se expõe a fatores negativos à saúde

Riscos incluem resíduos urbanos, ruídos e até material radioativo, segundo Pesquisa Nacional de Saúde feita pelo IBGE

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta sexta-feira (7) a PNS (Pesquisa Nacional de Saúde) 2019, com dados que mostram que 49% dos brasileiros acima de 15 anos com alguma ocupação laboral estavam expostos a fatores que poderiam afetar a saúde deles.

Segundo o estudo, naquele ano, 48,5 milhões de pessoas conviviam com ruídos, materiais radioativos, resíduos urbanos ou material biológico, entre outros.

A PNS ainda alerta que 10,6% da população ocupada com 15 anos ou mais presenciaram alguém fumando em seu ambiente de trabalho.

Trabalhos científicos já mostram que a exposição ao ruído está associada a um risco maior de desenvolver estresse, irritabilidade, problemas auditivos e até mesmo hipertensão.

O contato prolongado com fontes de radiação não naturais é relacionado a mutações no DNA, que podem resultar na formação de tumores malignos — a região do corpo vai variar de acordo com o tipo de radiação.

Por fim, os resíduos urbanos ou material biológico oferecem risco de infecções bacterianas e virais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *