Segundo envolvido em homicídio de sargento da PM é preso em Manaus


Nesta quinta-feira (11/02), policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), cumpriram mandado de prisão em nome de Danilo de Araújo Lima, conhecido como “Batata”, segundo envolvido no homicídio do sargento da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Manoel Martins Lima, que tinha 54 anos. O crime ocorreu no dia 10 de junho de 2020, na rua Arnaldo Carpinteiro Peres, situada no bairro Petrópolis, zona sul da capital.

Conforme o delegado Charles Araújo, titular da DEHS, Danilo foi preso no bairro Colônia Antônio Aleixo, zona leste de Manaus. Segundo ele, as investigações apontaram que o infrator agiu juntamente com Paulo Cristian Pedroza Vieira, 22, que foi preso no dia 15 de junho de 2020, pelas equipes da Especializada.

Investigação – O titular da DEHS explicou que o crime foi planejado por Danilo e teve como comparsa Paulo Cristian. “Em depoimento na Especializada, ele afirmou que matou o sargento pelo fato dele estar realizando operações contra o tráfico de drogas naquela área da cidade”, relatou o delegado.

Ainda de acordo com a autoridade policial, no momento em que planejaram o crime, “Batata” estava consumindo entorpecentes com Paulo Cristian. A ação criminosa foi flagrada por câmeras de segurança, que captaram a dupla efetuando disparos contra o sargento da PM. Somente Paulo Cristian disparou, pelo menos 10 vezes, contra Manoel.

Procedimentos – Danilo foi indiciado por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, ele será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde deverá passar por audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça.

FOTO:
Erlon Rodrigues/PC-AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *