Wilson Lima destaca fomento de R$ 824 mil e outras ações voltadas para indígenas

Governador esteve em Tabatinga, terceiro município do país com o maior número de habitantes indígenas

Manaus (AM) – O governador Wilson Lima destacou, nesta quarta-feira (20), as ações direcionadas pelo Governo do Amazonas no atendimento às populações indígenas no estado. Em Tabatinga (a 1.108 quilômetros da capital), terceiro município do país com a maior população indígena, o governador ressaltou a destinação de R$ 824 mil em fomento – entre recursos liberados e programados – para cinco associações indígenas, além dos avanços na assistência em saúde para as populações tradicionais.

Com 14.855 representantes dos povos tradicionais morando nas zonas urbana e rural, Tabatinga fica atrás apenas de São Gabriel da Cachoeira (29.017) e São Paulo de Olivença (14.974) em número de habitantes indígenas. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Wilson Lima cumpriu agenda oficial em Tabatinga coordenando as ações do programa Governo Presente.

“A gente tem trabalhado muito, tem avançado na questão da saúde, a gente diminuiu muito o tempo de espera para indígenas, em até 70%, para consultas, exames e outros procedimentos. A gente tem caminhado, também, com a Educação Indígena, com apoio a essas escolas”, disse o governador.

“Com a nossa Fundação Estadual do Índio tivemos uma participação fundamental durante a pandemia com a distribuição de cestas básicas. E continuamos entregando, através do nosso Fundo de Promoção Social, implementos agrícolas, apetrechos de pescas paras essas comunidades indígenas que vivem da pesca e de outras atividades ligadas à agricultura”, completou Wilson Lima.

Na área da saúde, o Governo do Amazonas reduziu em 70% a espera de pacientes indígenas por consultas, exames e procedimentos. Na capital, as indígenas passaram a contar com atendimento humanizado e multicultural nas maternidades Balbina Mestrinho e Dona Lindu, que ganharam espaços exclusivos para essa população. O Ensino Escolar Indígena é ofertado para 9.188 alunos em 50 municípios.

Desde 2019, o Governo do Amazonas tem entregado fomento para associações indígenas que atuam na área social e setor primário. Entre repasses já realizados e programados, os recursos superam R$ 824 mil e beneficiam indígenas de cinco associações dos municípios de Tefé, Rio Preto da Eva, Tabatinga e Novo Airão.

Um dos cheques-pagamento no valor de mais de R$ 135 mil foi entregue pelo governador, nesta quarta-feira, em Tabatinga, para a Associação dos Artesãos e Cultura Indígena de Umariaçu-Erawe (ACIU).

Agenda em Tabatinga 

No município, o governador anunciou que a população, incluindo os indígenas, será beneficiada pela implantação de 10 novos leitos de UTI. Wilson Lima inaugurou a Sala de Situação em Saúde do Alto Solimões para aumentar a vigilância em saúde na região da Tríplice Fronteira (Peru, Colômbia e Brasil).

Outro serviço que Tabatinga passou a contar nesta quarta-feira foi o Prato Cheio, restaurante popular que servirá, gratuitamente, 400 litros de sopa por dia. O Prato Cheio está instalado na Rua Jesus de Lima, s/n, bairro Novo Progresso, e funciona de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h.

O Estado levou ao município, também, um mutirão de cidadania para expedir 2 mil carteiras de identidade (1ª e 2ª via) e Certidões de Nascimento de acordo com a demanda. O governador liberou, ainda, R$ 22 mil em operações de crédito.

*Com informações da assessoria

*em tempo