Dr. Pita irá lutar pela criação da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência

O candidato a Vereador Dr. Pita (PRTB) acompanhou na manhã nesta terça-feira (27) o rotina dos funcionários da Associação Pestalozzi do Amazonas, no Distrito Industrial, Zona Sul de Manaus. A associação atende crianças e jovens com limitações intelectuais, Sindrome de Down, autismo, déficit de atenção, entre outros.

O médico ficou vislumbrado e comovido como trabalho desenvolvido pela entidade. Dr. Pita disse que o lugar necessita de uma atenção especial, bem como, políticas públicas voltadas para as crianças com deficiência intelectual. O candidato também frisou que pretende lutar para que a acessibilidade realmente aconteça.

”Meu compromisso com os pacientes que possuem deficiência física e intelectuais está firmado. Como vereador pretendo propor a criação da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência. Essas pessoas merecem um olhar especial, apesar das limitações, elas podem ser muito úteis a sociedade. São crianças e jovens que precisam sem motivadas da maneira correta e necessitam de fato o direito a acessibilidade”, declarou o médico.

De acordo com a Presidente Silvia Passos a burocracia para realizar convênios com o poder público é uma realidade.

“A entidade sem fins lucrativos existe há 42 anos e desenvolve atividades voltadas para pessoas com deficiência e a seus familiares. A instituição tem como missão, promover e oferecer a defesa e garantia de direitos da pessoa com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e funcionais e seus familiares, por meio de serviços socioassistenciais, através dos serviços: de fisioterapia, psicologia, fonoaudiologia, serviço social, clinico geral e Educacional”, informou Silvia.

O Centro de Ensino Especial “Helena Antipoff”, é mantido pela Associação Pestalozzi de Manaus. Atualmente atende 115 alunos matriculados, nos turnos matutino e vespertino, com Estimulação Essencial I, II e Oficinas Pedagógicas, Diretora Pedagógica a Sra. Maria Célia Matos Correia. Oferece aos alunos duas refeições no turno matutino, duas no turno vespertino.

A Associação conta com o apoio de sete pessoas voluntarias, duas Assistente Sociais, um Psicólogo, uma Fonoaudióloga, um Fisioterapeuta, um Administrativo e uma Merendeira. A necessidade de utensílios como: Liquidificador Industrial, Micro-onda, colheres, pratos, copos, facas, escorredores de pratos, tábuas para corte de alimentos é também um dos grandes problemas do local. A falta de móveis e matérial de escritório é uma constante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *